Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

Não sei se o tempo que tem feito por estas bandas é fruto das alterações climatéricas ou não, mas á conta dele chegou-me aos ouvidos a seguinte lengalenga que se dizia por terras sobradenses.

 

A chover e a fazer sol,

Rouxinol está no ninho

a fazer o seu caldinho

para ele e para a mulher

para os filhinhos que tiver

 

Ora não me perguntem o porquê de se dizer isto ( não sei e quem mo disse também não sabia) mas se este parece estranho, o seguinte dito não lhe fica atrás. Dizia-se por Sobrado que quando chovia e fazia sol ao mesmo tempo eram " as bruxas a lavar-se", vá se lá saber porquê...

E esta hein!?


sinto-me: fartinha de chuva
música: ping ping

publicado por estoriasdaminhaterra às 21:16
Pois na minha terra dizem-se estas duas: "Sol e chuva, casamento de viúva" e "Chuva e sol, estão as bruxas a cozer pão mole". :-)
Que tal?!
Bj
daplanicie a 23 de Janeiro de 2008 às 17:29

Alô Alô

Hoje está um sol lindo. Aproveita miúda. Faz como a formiga. Armazena para os dias tristes.
Veijios
filosilva56@gmail.com a 27 de Janeiro de 2008 às 16:40

O blogue estoriasdaminhaterra recolhe estórias da tradição oral sobradense bem como factos da vida comum de uma pequena vila dos arredores do Porto...
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO