Segunda-feira, 11 de Junho de 2007

Quatro domingos antes do grande dia realizam-se no passal os ensaios. A única altura em que os bugios dançam de cara descoberta ( daí a oportunidade de se ver quem tem jeito para a coisa ou não). O som das rabecas e dos violinos dá o mote e o velho comanda( umas vezes melhor outras assim assim). É hora de se mostrar o que vale na primeira vez que se encara o público.

Mas, nos últimos anos os ensaios não são a primeira vez que o velho da bugiada se mostra aos olhares críticos de quem vê. Lá pelo mês de Maio costumam realizar-se, à porta fechada, uns pré ensaios afim de se limarem algumas arestas. È uma prática recente. Ou melhor pensava-se que era uma prática recente. Afinal não é. Conta um bugio que lhe contava o pai que um certo velho da bugiada ( conceituado na terra), também fazia os ensaios à porta fechada.

O local escolhido era a eira lá de casa. Companheiros de ensaio, apenas os guias que lhe assobiavam a música ( não haviam cassetes nem cd's) e de rabos... bem não sei bem como vos pinte a cena, mas diz-se que eram dois molhos de palha... Afinal, dizia o bugio que contou a estória, para rabo qualquer coisa serve...


sinto-me: cena de filme...
música: assobiada por quem sabe

publicado por estoriasdaminhaterra às 11:13
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O blogue estoriasdaminhaterra recolhe estórias da tradição oral sobradense bem como factos da vida comum de uma pequena vila dos arredores do Porto...
Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
16

17
20
21
22
23

24
25
26
30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO