Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007

Esta estória conta o meu avô a propósito de um colega de trabalho. Eram ambos carpinteiros, trabalhavam muitas vezes nas obras, a fazer estruturas para os telhados. Ao que conta o meu avô, o colega era um pândego número um, e as suas " tiradas de mestre" eram quase uma constante. De uma das vezes, andando os dois a serrar barrotes para fazer um telhado lá para os lados de Valongo, e não tendo a fita métrica à mão, diz o pândego " Oh António, não te preocupes, eu deito-me e tu medes o barrote por mim, é 1,80 sem falha!"

E esta hen ?



publicado por estoriasdaminhaterra às 10:00
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O blogue estoriasdaminhaterra recolhe estórias da tradição oral sobradense bem como factos da vida comum de uma pequena vila dos arredores do Porto...
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
19
20

21
23
25
27

28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO