Quarta-feira, 07 de Novembro de 2007

Hoje me dia o comum é ver as pessoas calçadas, mas tempos houve que andar descalço era prática comum ( principalmente de Verão, sendo que de inverno o mais utilizado eram os socos).

O calçado era poupado para ocasiões mais especiais, como ir à missa, ao Porto*  ou a qualquer outro sitio que fosse merecedor de calçado digno desse nome.

Era assim que as pessoas viviam, com os pés descalços e habituados à dureza dos caminhos. Portanto não admirava que as pessoas mal sentissem o que por debaixo dos pés lhe passava, tendo a pele de tal maneira " curtida" que nem mesmo uma tacha fazia grande mossa.

Foi assim que andou um sobradense por mais de três semanas, com uma tacha cravada numa greta que tinha no pé. E o mais estranho é que só ao fim de três semanas é que disse à filha enquanto esta lhe lavava os pés:

- Oh rapariga vê o quê que eu tenho pra'i nesse pé que de quando em vez sinto uma impressão quando ando...

A rapariga, para seu espanto, e no meio de terra e areias vê sair da greta uma tacha enferrujada que, estupefacta mostra ao pai.

- Eu também tinha cá para comigo que havia de ser uma tacha ou um prego, remata o pai.

A prova que as gentes de Sobrado são duras na queda...

 

*Existiam nas entradas da cidade do Porto um guarda barreira que além de controlar as mercadorias que entravam na cidade, impedia a passagem a quem se apresenta-se descalço. Contava a minha Bisavó que iam até à entrada do Porto com uns chinelos na mão e só quando chegavam perto do guarda barreira os calçavam para poderem passar.


tags:
sinto-me: Gente dura

publicado por estoriasdaminhaterra às 12:08
Bolas! Isso é que é ser rijo, hem!!! :-)
daplanicie a 7 de Novembro de 2007 às 18:22

É estranho mas é verdade...

;) what a story!
tsiwari a 12 de Novembro de 2007 às 20:58

Conta-a o meu avô entre risos e explicações bastante específicas quanto à maneira como a tacha estava cravada na carne e a persongem que foi " tachada"...

é engraçado e incrível em simultâneo.
Abraço
Raquel Alves a 18 de Novembro de 2007 às 17:09

Eheheheh é a vida das gentes de Sobrado...

O blogue estoriasdaminhaterra recolhe estórias da tradição oral sobradense bem como factos da vida comum de uma pequena vila dos arredores do Porto...
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO