Segunda-feira, 23 de Abril de 2007

Esta estória conta o meu avô sempre que se fala da idade do cão lá de casa ou da idade de outro animal qualquer. È uma lenga lenga ( acho eu), ideal para quem não é muito bom aluno a matemática mas tem pretensões de vir a ser. Exercita o calculo mental e faz-nos viajar pela sabedoria popular, aqui vai:

 

A idade de uma sibana* ( perdoem-me os entendidos se escrevo mal , mas nunca vi nenhuma e o meu avô também não sabia como se escrevia, deduzi que fosse assim)

Uma sibana são três anos

Um cão são três sibanas

Um burro são três cães

Um homem são  três burros

Um elefante são três homens 

Agora é fazer as contas...

 

* Sibana: utensílio usado nos carros de bois dos lavradores. Os três anos referêm-se à durabilidade da mesma.



publicado por estoriasdaminhaterra às 09:41
O blogue estoriasdaminhaterra recolhe estórias da tradição oral sobradense bem como factos da vida comum de uma pequena vila dos arredores do Porto...
Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
20
21

22
25
27
28

29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO