Quinta-feira, 10 de Maio de 2007

Estamos a chegar ao S. João, já se sente o cheiro e os ânimos em Sobrado já começam a ficar ao rubro. Só quem é de Sobrado percebe esta paixão que move os Sobradenses, é uma coisa que não se vê, que se sente apenas, e que já nasce com a gente.

A estória de hoje relata essa mesma paixão, paixão que se sobrepõe até mesmo aos laços familiares.

Estando nas vésperas do S. João, um dos bugios vê a sua mulher desfalecer e acabar por morrer, ora isso colocaria em causa a sua participação na festa, visto que teria de "vestir" luto.

O bugio não tem mais, calasse bem caladinho, mete a mulher numa caixa e vai cumprir a tradição. Só ao outro dia deu conta do acontecido, carpindo então, copiosamente a amada esposa.

 

 

Mais informações sobre o S. João de Sobrado: http://bugiosemourisqueiros.blogspot.com/



publicado por estoriasdaminhaterra às 09:33
Ola caro chanesco, fico feliz que tenha visitado o meu modesto blogue. Já fiz o mesmo com o seu. Quanto às estórias aqui publicadas, são estórias da nossa terra, na medida em que podiam ter acontecido noutra parte qualquer do país.
Bem haja e boas leituras...

O blogue estoriasdaminhaterra recolhe estórias da tradição oral sobradense bem como factos da vida comum de uma pequena vila dos arredores do Porto...
Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
19

20
26

27


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO